11.000 Questões Comentadas Coleção Passe em Concursos

|


Prepare-se com questões de provas anteriores!!


10 Dicas para passar em Concursos da Cespe

|


Quem vai prestar concursos públicos como os da Caixa Econômica, do Ministério do Trabalho ou do Instituto Chico Mendes sabe que terá que enfrentar uma banca com um perfil diferenciado. O Cespe/UnB é a organizadora conhecida por aplicar questões de certo ou errado, onde uma questão em discordância com o gabarito oficial anula uma correta, o que requer mais atenção do concorrente. Veja aqui 10 dicas especiais.

O professor Rodrigo Menezes destaca que, numa prova com 120 itens, normalmente o Cespe colocará 60 questões com gabarito “certo” e 60, “errado”

O professor Rodrigo Menezes, diretor do curso online Concurso Virtual explica que “chutar”, portanto, é arriscado, pois o candidato perde ponto. Uma solução é deixar as questões em branco ou com marcação dupla (anulando a resposta), pois assim nem ganha nem perde ponto.

Ele também destaca que, numa prova com 120 itens, normalmente o Cespe colocará 60 questões com gabarito “certo” e 60, “errado”.

- Se o candidato "chutar" a prova inteira, como o gabarito só pode ser certo ou errado, terá 50% de chance de acertar cada questão. Mas o que acontece se você acertar a metade das questões da prova? É simples: acertando 60 questões, você ganha 60 pontos, mas os perde por causa das 60 erradas. Qual será sua nota? Zero - explica, destacando que é preciso ter técnica.

Veja dicas técnicas para fazer provas do Cespe *

1) O cartão de respostas do Cespe tem como opções: "C" e "E". Se você assinalar uma das opções e depois perceber que deveria ter marcado a outra, preencha as duas. Isso significa que você não pontuará e nem perderá ponto, pois a questão estará sendo anulada. Da mesma forma, se você não preencher nenhuma das duas opções, a questão também será anulada. Portanto, se você acertar 60 questões e deixar as outras 60 em branco, ganhará 60 pontos (sem perder nenhum);

2) Resolva primeiro as questões que você considera que sabe. Deixe as questões que teve dúvidas, ou que você não sabe, para o final, mas já faça uma marcação na sua prova: escreva ao lado da questão “dúvida” (e a provável resposta) ou “não sei”.

3) Deixe questões que envolvem contas por último. Elas demandam muito tempo e é perigoso fazê-las primeiro que as questões que exigem apenas leitura. Se não, você pode acabar não conseguindo fazer várias questões simples, porque perdeu tempo em questões complicadas.http://bit.ly/1eZNWsf

4) Ao se deparar com alguma que gere dúvida, pense: você não sabe a resposta ou apenas está em dúvida? No caso de apenas estar em dúvida, vale a pena arriscar (considerando que você se preparou bem para a prova e, portanto, há uma probabilidade grande de acertar a maioria das questões que gerem dúvida). Marque! Já no caso de realmente não saber a resposta, vale a pena deixar a questão em branco para não perder ponto.

5) Numa prova de 120 itens, tente não deixar mais do que 10 em branco. Duas são as razões para um candidato deixar muitas questões em branco: ele não está suficientemente preparado ou ele está com muito medo de marcar. O primeiro caso não tem jeito... ele terá que estudar mais para o próximo concurso, mas o segundo caso é que preocupa, porque ele sabe a matéria, mas “amarela” na hora da prova. Não faça isso! O único jeito de ser aprovado é fazendo muitos pontos e perdendo poucos. Você precisa fazer pontos e, se deixar muitas questões em branco, não terá pontos suficientes para passar.

6) Aceite um fato: haverá questões que você “terá certeza” de que acertou, mas errará, bem como acertará questões que estava em dúvida. Por isso, não esqueça das dicas 4 e 5.

7) Por mais que você estude, nunca conseguirá gabaritar uma prova do Cespe. Normalmente o primeiro colocar nos concursos organizados por essa banca fazem 80% dos pontos. Sendo assim, mesmo que você esteja sabendo muito bem a matéria, não se desespere ao se deparar com questões que você não sabe. Isso é normal.

8) Reserve uma hora para fazer a Redação e quarenta minutos para marcar a Folha de Respostas. Marque na Folha de Respostas todas que você tinha certeza. Se der tempo, revise as questões que você teve dúvida e marque-as também.

9) Essa dica é o grande diferencial. Preste muita atenção! Após preencher a Folha de Respostas (por exemplo: 100 itens respondidos e 20 em branco), conte a quantidade de itens que você marcou “C” e os que assinalou “E”. Por exemplo: 60 “E” e 40 “C”. Observe que há um número bem maior de alternativas "E" em relação às "C". Se a prova tem 120 itens, a tendência é que no gabarito da banca haja 60 “E” e 60 “C”. Sendo assim, você vai assinalar “C” em todas as alternativas em branco. A probabilidade é de que você acerte a maioria dessas 20. Se você acertar 11 e errar 9, já terá valido a pena, pois ganhará 2 pontos. A tendência é que você acerte bem mais do isso e ganhe muitos pontos só com essa técnica! Resumindo: após contar quantos “C” e “E” você marcou, não deixe nenhum item “em branco”. Marque todos eles com a opção que você menos marcou na sua Folha de Respostas. Essa dica vale, inclusive, para a parte de Conhecimentos Básicos e Conhecimentos Específicos. Se forem 50 itens de Conhecimentos Básicos e 70 de Conhecimentos Específicos, o gabarito será meio a meio, ou seja 25 itens “C” e 25 “E” na primeira parte e 35 “C” e 35 “E” na segunda.

10) Treine bastante as dicas anteriores fazendo de provas de concursos já organizados pelo Cespe. Faça provas inteiras para aplicar as técnicas de forma completa. Lembre-se: poucos pontos podem fazer a diferença entre você conseguir ou não a sua vaga!

* Segundo o professor Rodrigo Menezes

Banco do Brasil Abre Seleção Externa Com 456 Vagas

|


O Banco do Brasil S.A. divulgou a abertura da Seleção Externa 2014/001, destinada à formação de cadastro reserva para provimento de 456 vagas, na carreira de serviços especializados em engenharia de segurança e em medicina do trabalho.

Por meio deste certame serão classificados profissionais para as funções de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho (49), Técnico de Segurança do Trabalho (83), Enfermeiro do Trabalho (34), Engenheiro de Segurança do Trabalho (60) e Médico do Trabalho (230). As oportunidades são destinadas as dependências situadas nas capitais de todos os Estados e em Ribeirão Preto, interior de São Paulo.

Deste montante, há 46 vagas para a região Norte; 100 para a Nordeste e 65 distribuídas na região Centro Oeste. No Sudeste e no Sul do país, são disponibilizadas 175 e 70 oportunidades, respectivamente.
A remuneração devida aos convocados varia entre R$ 3.673,08 e R$ 8.707,19, conforme o cargo desempenhado e jornada de trabalho, que pode ser de 30h ou 40 horas semanais.

São aptos a participarem desta seletiva, profissionais formados em nível médio/ técnico ou que possuem ensino superior, de acordo com os requisitos exigidos em cada função.

O período de inscrição segue de 28 de fevereiro de 2014 a 20 de março de 2014, pelo site www.cesgranrio.org.br, com o recolhimento das taxas de R$ 45,00 ou R$ 83,00, que difere segundo a vaga pretendida.
Este certame está sob a responsabilidade da Fundação Cesgranrio, e conta com as etapas de Provas Objetiva, e de Redação, além de Perícias Médicas e de Procedimentos Admissionais.
A validade dessa seletiva é de um ano, podendo ser prorrogada por igual período.

Áudio Aulas Direito Previdenciário

|

Ótimo arquivo para quem pretende concorrer para as vagas do Concurso INSS que será lançado ainda este ano, o material possui 37 aulas em áudio sobre Direito Previdenciário.

Conteúdo do Arquivo:
Seguridade social, Princípios constitucionais, Organização da seguridade social, Legislação previdenciária, Regime geral de previdencia social, Planos de benefícios da previdência, Segurados da previdência social, Segurados facultativos, Manutenção e perda da qualidade, Inscrições, Período de carência, Salários de benefícios.

Aposentadoria por idade e por tempo de contribuição, Aposentadoria especial, Auxílio doença e salario família, Salário maternidade, Abono anual, Contagem recíproca de tempo de serviço, Tipos de contribuições, Habilitação e reabilitação profissional, Salário de contribuição, Financiamento da seguridade social, Contribuições sociais, contribuições, Contribuinte - empregador doméstico, Arrecadação e recolhimento das contribuições. Micro e pequenas empresas, Decadência, matrícula da empresa, Isenção de contribuição, Crimes contra a seguridade social, Crimes e infrações contra a legislação da previdência, Competência do INSS e da secretaria da receita.

Resultado para 9,1 mil vagas nos Correios sai dia 5, diz Cespe/UnB

|

O Cespe/UnB divulgou comunicado em seu site informando que o resultado final das provas objetivas para 9.190 vagas de nível médio e superior dos Correios sairá na data provável de 5 de julho, terça-feira que vem. O resultado será disponibilizado para consulta individual nos sites http://www.cespe.unb.br/concursos/correiosagente2011 e http://www.cespe.unb.br/concursos/correios2011.

Para consultar o espelho de desempenho nas provas objetivas, o candidato deverá informar o seu CPF e sua senha cadastrada no Cespe/UnB. A instituição informou ainda que os editais com os resultados finais (nomes dos candidatos e as notas obtidas nas provas objetivas) serão publicados também no "Diário Oficial da União" (DOU) no dia 5.

Já nos sites da organizadora a lista será divulgada na quinta-feira (7). Antes da divulgação da relação de classificados, será necessária a realização da perícia médica para os candidatos que se declararam portadores de deficiência e da avaliação da capacidade física laboral para os cargos de carteiro e operador de triagem e transbordo (veja mais informações abaixo).


Para esses dois casos, as convocações dos candidatos serão publicadas em edital próprio no “Diário Oficial da União” e divulgadas no site www.correios.com.br/institucional/concursos/correios/, na data provável de 15 de julho.

Na terça-feira (28), a organizadora havia informado que o resultado para 8.346 vagas de agente dos Correios - 2.272 para atendente comercial, 5.060 para carteiro e 1.014 para operador de triagem e transbordo - sairia no dia 6.

Como o resultado final das provas objetivas para 844 vagas de nível superior e nível médio técnico já estava previsto para 5 de julho, conforme divulgado no edital do concurso, a organizadora decidiu unificar os resultados de todos os cargos.

Na segunda-feira (27), durante seminário em São Paulo, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, disse que todos os aprovados no concurso para 9.190 vagas serão contratados, mas não de uma vez só. “Não dá para contratar todo mundo de uma vez”, disse. “Vamos contratar todo mundo assim que possível”.

Pinheiro informou ainda que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) contratará os aprovados a partir de julho. “Os resultados [do concurso] estão para sair. A empresa contratada deve estar para divulgar os resultados e a partir de julho vamos iniciar as contratações”, disse.

O Cespe/UnB ressalta que, conforme consta nos editais, é de inteira responsabilidade do candidato acompanhar a publicação de todos os atos, editais e comunicados referentes ao concurso que serão publicados no "Diário Oficial da União" e divulgados na internet, no site do Cespe/UnB (www.cespe.unb.br).

O concurso dos Correios, cuja prova escrita foi realizada no dia 15 de maio, contempla 39 cargos, sendo 34 de nível superior e cinco de nível médio. Para todas as 829 vagas de nível superior, foram inscritos 65.466 candidatos. Somando-se as 9.190 do concurso, foram mais de 1 milhão de inscritos.

Avaliação física

Para os que foram aprovados na prova objetiva para os cargos de carteiro e operador de transbordo e de triagem haverá uma avaliação física. O edital desse concurso contém o número de candidatos que serão chamados conforme a quantidade de vagas disponível em cada região.

Os Correios serão responsáveis por essa etapa. Na localidade-base em que a seleção for para formação de cadastro, serão convocados no máximo de 10 candidatos. Todos os que deverão passar por essa etapa serão avisados por telegrama ou carta, segundo o edital.

Essa fase inclui três tipos de exercícios: barra fixa (masculino e feminino), corrida de 12 minutos e dinamometria (força muscular, também com provas masculina e feminina). O teste físico não terá pontuação, mas vai indicar se o candidato está apto ou não ao cargo. De acordo com o edital, os candidatos serão informados da aprovação ou eliminação nesta fase do concurso público logo após o término dos testes.